Googlar nos torna estúpidos?

Este post é especial para a turma do 4º semestre, porque trata justamente de um artigo sobre assunto que mencionei e que comentamos em sala de aula: os efeitos que o Google e seu sistema de busca estão gerando em nossa forma de pensar. Apesar do título, o artigo não diz nem que estamos, nem que não estamos ficando estúpidos, faz apenas um inteligente percurso sobre como alguns inventos – da escrita ao relógio de pulso – afetaram nossa forma de agir e até mesmo de pensar (não por acaso, exatamente o assunto da nossa aula passada) e, claro, a partir daí, especula acerca dos males e benesses advindas da internet.

Alguns pensamentos me ocorreram durante a leitura. Uma das coisas que me ocorreu: que gente como eu (quem diria!), que ainda viveu tempo suficiente sob esse regime de leitura detida proporcionada pelos livros e que ainda consegue exercê-la com algum sucesso, sob certas condições, talvez vire um tipo considerado tão erudito quanto são para nós pessoas educadas há algumas décadas, capazes de ler partitura e tocar, não porque tivessem dom musical particular, mas porque esse tipo de formação era praxe e, certamente, essa educação musical forma sua maneira de pensar.

Vocês, criaturinhas meio aliche, meio margherita – ou seja, que ainda viveram um mundo pré-internet – ainda têm chance de mergulhar o suficiente na leitura de livros para não perderem completamente essa habilidade de atenção e raciocício duradouro e profundo proporcionados exclusivamente pela leitura. Aliás, ter essa capacidade reflexiva de aproveitar as novas tecnologias, mas tentar lutar contra os vícios que ela impõe só tente a ser benéfico para todos (e eu nem estou de fato entrando nos meandros nefastos do “capitalismo cognitivo”, uma historinha ainda mais profunda).

Por outro lado, como também aponta o artigo, não adianta muito ter medo e ser apocalíptico sobre as mudanças tecnológicas. Inclusive porque, se a internet proporciona esse “quicar” entre trilhas de raciocínio diversas, os games, por exemplo, nos pedem longos períodos de concentração, que pode não ser o mesmo tipo de concentração que a leitura requer, mas, por tudo que posso perceber, como jogadora e pesquisadora, aponta para outras habilidades, qualidades e limitações do pensamento, da criatividade, da percepção.

Bom, mas este link é para que comecemos o semestre criando diálogos a partir deste blog e, num futuro próximo, nos blogs das equipes (aliás, eu tive algumas boas idéias sobre os seminários deste semestre, huahuahua…)

PS: enquanto lia o texto, eu: parei para postá-lo no facebook – fui ao perfil de um amigo parabenizá-lo pelo aniversário – vi o trailer de “Upception”, um fake parodiando “Inception” a partir de “Up” (ou seria o contrário?) – abri esta página para escrever este post – comi uma fatia de bolo de cenoura e tomei um gole de café. O nome disso é “atenção distribuída”, mas a gente volta a este tópico outra hora.

Advertisements

3 thoughts on “Googlar nos torna estúpidos?

  1. Bom, pela quantidade de erros que cometi e tive que corrigir, pude concluir que, de fato, esse novo regime de consumo – e de criação – de textos acarreta lá seus vícios. É tudo muito rápido e voraz. Continuo achando que vale a pena, de vez em quando, parar, respirar fundo e dar tempo ao tempo. Aliás, eu vou ali, jogar uma meia-horinha de Red Dead Redemption – pra contrariar tudo o que acabei de dizer, hahaha.

  2. Bolo de cenoura é bom! Principalmente o que minha querida mãe faz com cobertura de chocolate!
    Enfim. Infelizmente não sou seu aluno do 4º semestre, creio que será uma discussão muito intensa (ou não).
    PS: Enquanto leio o pot, faço o comentário, como pão com hamburguer (é assim que escreve) de frango, e toco violão. Espero pelo post da atenção distribuida.
    Amplexos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s