Censurada pelo Facebook

Ontem, meu post foi sumariamente CENSURADO pelo Facebook, suponho (não tenho como saber, a plataforma não explica, justifica ou abre possibilidade de defesa) que enquadrado como “discurso de ódio”. Como poderão ver abaixo, é apenas um post que explica porque todo homem, pelo menos até um determinado momento, é visto pelas mulheres como uma ameaça em potencial. Fica implícito no post – para quem tem capacidade mínima de compreensão de texto ou cuja inteligência não foi embotada pelo machismo – que todo e cada homem não será efetivamente um agressor/estuprador/feminicida. O que ocorre apenas é que nós, mulheres, não temos como saber quem serão os agressores ou não, uma vez que a violência masculina acontece em espaços públicos e privados, perpetrada por homens desconhecidos e conhecidos, de todas as classes sociais, aparências, etnias, religiões, ideologias etc. Ou seja, em geral, não temos como saber se um homem é ou não um potencial agressor, porque boa parte deles não era, até um belo dia ser. Os fatos provam o que dizemos.

Meu post foi censurado e, em protesto a isso, várias amigas publicaram um print dele. Apenas um deles tinha, até mais ou menos o meio-dia de hoje, 1º de agosto, quase mil compartilhamentos que reafirmavam seu conteúdo e repudiavam a censura misógina do Facebook.

Pois bem, este print também foi rapidamente censurado pelo Mark Zuckerberg e várias pessoas que o compartilharam, quase todas mulheres, foram sumariamente bloqueadas.

Publico aqui novamente o texto do post, o print censurado, numa tentativa de resistir a esse silenciamento, que constitui um grave ataque à liberdade de expressão, minha e de outras mulheres e até de vários homens, que conseguiram compreender meu post, concordar com ele e, por isso, o compartilharam.

Precisamos URGENTEMENTE nos posicionar e rechaçar o autoritarismo do Facebook. Essa censura é inconstitucional e não vitimiza apenas mulheres, mas potencialmente todo e qualquer indivíduo ou grupo que use a plataforma para denunciar as diversas violências desta sociedade. A Constituição Brasileira garante a liberdade de expressão, salvo em caso de crime e nenhum crime existe neste post, que é, inclusive, bastante generoso com os homens.

Screen Shot 2017-07-31 at 18.50.24

Advertisements

One thought on “Censurada pelo Facebook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s